15 de abr de 2011

O dia em que a pedi em namoro

Depois que nos conhecemos na casa da Keke, minha vida não era mais a mesma. Conversamos muito na net sobre o que tinha acontecido e não decidimos nada. Na época, eu fazia terapia em um consultório que ficava a cerca de 20 minutos de casa e eu ia pra lá a pé, ouvindo música e pensando na vida. Na terça-feira após o ocorrido, eu fui pra lá pensando nela. Fiz minha sessão e não comentei nada sobre o ocorrido, apesar da minha cabeça estar a mil com tudo aquilo. Saindo de lá, me deparei com o por-do-sol no banhado. O banhado é o cartão postal de São José, é uma enorme depressão que fica bem no meio da cidade e é lindo!



Neste momento estava com uma sensação muito boa, daquelas que a gente tem quando está num lugar lindo desses e pensei “Quer saber? Eu sou nova e agora é a hora para experimentar e curtir a vida. Se não der certo, paciência. Se der certo, fodeu...”

Peguei meu celular e mandei uma mensagem pra ela “quer namorar comigo?”. Estava eufórica, muito ansiosa, mas feliz com minha decisão. Cinco minutos depois, recebo a resposta “não”. Fiquei chocada e muito brava! Como assim não?! Depois de todo esse brainstorm interno e momento eufórico ela me diz não?!

Mas alguns minutos depois... “Tá bom, eu namoro”.

Frio na barriga, coração disparado e sorriso no rosto. “Fodeu...”

2 comentários:

@LyTurano disse...

ooooouuuuunnnnnnnn

S2

coraçaumzinho


<3

Claudia Collares disse...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...