7 de nov de 2010

Como nos conhecemos

Por Déia:

Não sou uma pessoa de muitas crenças. Não tenho religião, superstições e detesto horóscopos! Mas certos acontecimentos me fazem pensar que talvez coisas como destino realmente existam. Conhecer a Ju foi um deles.
Quando tinha 16 anos, era viciada em Gilmore Girls e namorava um cara que adorava CSI. Após algumas brigas sobre o que assistir no fim de semana, fizemos um acordo: ele iria assistir um episódio de GG e eu um de CSI. Lembro que na época eu curti o seriado, mas não dei muita atenção e após o término (pouco tranqüilo) do namoro, resolvi não assistir mais. Alguns anos depois, vi o anúncio do season finale da 5ª temporada de CSI, dirigido pelo genial Tarantino. “Não posso perder isso”, pensei. O episódio foi fantástico (como era de se esperar) e despertou em mim a vontade de voltar a assistir CSI.
Para me atualizar, resolvi entrar em uma comunidade sobre o seriado no Orkut. Por coincidência – ou destino – um dos membros mais ativos da comunidade era uma tal de *Ju*, uma carioca marrenta que arrumava briga com todo mundo. A partir daqui, quem conta a história é ela...

Por Ju:

Pois é, eu entrava muito nessa comunidade de CSI, até porque eu estava desempregada e tinha um monte de tempo livre. Lá conheci um menino chamado ToM que estava tentando organizar uma equipe que pudesse traduzir as legendas na nova temporada que ia começar. “Ótimo”, pensei, “é uma bela oportunidade de melhorar meu inglês e fazer legendas da minha série favorita”.
Tudo combinado com o ToM, começamos nós 2 e mais um cara chamado Strelow, mas tava complicado, porque a série tem muita parte técnica e sozinhos não daríamos conta do recado, ou pelo menos ia demorar mais tempo para a legenda sair.
Resolvi então, colocar anúncio na comunidade recrutando novos tradutores, obviamente, ninguém quis, porque todo mundo tinha preguiça. Mas daí do nada uma tal de Andréia, resolveu responder ao anúncio e se prontificou em nos ajudar. Achamos ótimo, porque três traduzindo, as coisas andariam muito mais rápidas.
Enquanto fazia legendas, ia conhecendo pessoas novas, meninas fantásticas que até hoje são nossas amigas. E a Andréia tava lá, não era muito simpática na verdade, mas tava sempre presente na janelinha do MSN que chamávamos de Feira, devido à quantidade de meninas juntas falando ao mesmo tempo, era uma bagunça. Mas era tão divertido, eu passava todas as tardes ali na frente do PC conversando com meia dúzia de meninas e rindo muito, afinal tinha meninas de todos os cantos do País.
Com o passar do tempo, a Déia foi se soltando mais e até parecia ser simpática, estava sempre conversando com todas nós e falando besteiras. Fui percebendo que eu conversava sempre com as meninas da Feira em uma janela e numa outra separada com a Déia. Como eu já tinha passado por isso, percebi que algo estava diferente e que ia “dar merda”, decidi que ia me afastar, afinal ela só tinha 19 anos e provavelmente era hétero. Brigamos, a bloqueei no MSN e avisei à Keke que caso ela perguntasse por mim, era para dizer que eu estava off. Mas aí fiquei pensando e depois de um tempo decidi ver qual era e voltamos a nos falar, ligam a cam e trocar SMS.
Decidi ir pra São Paulo conhecer a Keke, a Lívia e a Déia...

13 comentários:

Ana Cláudia disse...

Cadê a continuação??? xD

Quero saber o que houve depois, sou muuuuito curiosa!

Detalhe, AMO Gilmore Girls de paixão! =D

Bjoo

@mahwdiamonds disse...

ai gente, jura que na melhor hora acabou?
tá criando suspense melhor que novela das 8h hein.

beijos!

Cika disse...

Ai, curiosãmmm!

E a continuação? E quando o Dexter nasceu?
hahahaha

Bom saber que a Deia vai postar também!

Tô favoritando pra não perder o resto da história.

Beeeijos, girls!
Lambidas, Dex!

Anna Carolina disse...

Hahahaha essa Juliana é encrequeira né? Tinha que tretar com a menina pra se afastar?!

Coisas mais lindas essas duas! Internet serve pra trazer pessoas fodas como vocês, pra 'perto' da gente!

Termina de contar looogo!

Nanda disse...

Oi meninas, vou acompanhar o blog.

Um beijo pros 3.

PS: O Dexter está lindo!

Dafne disse...

Cadê?! Cadê a continuação?! Quero saber, já faz uns 5 anos, pq tu chamava a Deia de passarinha! (se não for censurado, claro, héhe!)

Posta loooooooooooooooogo!

Liv Baum disse...

hahahahaha ai que saudade!
AMO!

Ju disse...

Ela que me chamava de Passarinha ahahhaahah e nem sei o motivo pelo qual ela começou a me chamar assim. A Lívia acabou de enviar um post lindo de morrer que qse me fez chorar, assim que a gente postar a continuação, o post dela entra. Muito amor.

Keke disse...

Eu não sei como mas eu sempre acabo no meio dos rolos dessas duas...isso
até hj, o ultimo não tem muito tempo.
Vcs tem que me amar muito viu!!

Anônimo disse...

Oi Ju! Vim fuxicar aqui também! Só assim preu saber da você, né, porque você é uma baita sem vergonha e aposto que deve vir várias vezes a Sampa e não me liga... Saudades, poxa! bjão, Bill

Ju disse...

Ahh Bill, sou sem vergonha não, sou lesada mesmo, sei nem andar em SP, me perco até com GPS. Mas qdo eu for de novo em SP, te mando email antes.

bhanle disse...

Esperando ansiosa a continuação dessa linda e louca historia!!!

Gau disse...

Juroooo que não sabia q tudo tinha começado na net!!
Destino, né, cara? Que parada impressionante. Tudo se encaixou perfeitinho...
Beijão, meninas e gatchinho!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...