29 de dez de 2010

A odisséia de tentar comer no Outback Tijuca


Final de ano chegando e o que você mais quer além de uma folguinha no trabalho, é juntar os amigos e sair pra comemorar a passagem de mais um ano e no meu caso, rever o pessoal, já que não moro no Rio.

Então passamos mais de 1 mês bolando esse encontro no Outback da Tijuca. Estávamos todos em polvorosa e fomos. Busquei a Silvinha, a Lua e partimos pro Shopping Tijuca. Gabs já estava lá e o resto da galera estava chegando.
Lua e Silvinha desceram e foram logo pro restaurante enquanto eu estacionava o carro.

Nosso nome foi colocado na “lista de espera”  às 19h. Ok, sabemos que aquele lugar, sabe-se lá porque, ou seja pela “fama”, ou pelo “hype” que deram, a lista de espera é de no MÍNIMO 2h. Sério, 2 horas pra comer Cebola, que já não e tão gostosa assim, refil de refrigerante aguado, e ser mal atendido.

Até aí, isso é o mínimo esperado quando se propõe ir até o Outback. Só que dessa vez, esperamos mais de 3 horas por uma mesa, éramos 8 pessoas, e a mesa simplesmente não veio, pois é, ficamos jogados num cantinho de espera, sem lugar para todo mundo sentar, não traziam absolutamente nada do que pedíamos era servido, o 1º refil de refrigerante veio 1:15h após conseguirmos sentar, e a gente reclamando.

Foi assim que ficamos esperando por qse 3 horas.

Enquanto isso, tentavam nos comprar com cebolas grátis, porque estávamos reclamando do péssimo atendimento, 3 garçons diferentes vieram nos atender, nenhum conseguia atender direito. Uma das meninas que estava no grupo é amiga de uma garçonete lá e nem assim conseguimos lugar para sentar.

Só sei que nos amontoamos no tal do Kids Place, que um cubículo para crianças, que só tem uma TV ligada no Discovery Kids, e almofadas coloridas, nos enfiamos lá dentro e não tinha ninguém que nos tirasse, algumas crianças foram lá e nos olharam, não demos nem bola, afinal, queríamos sentar e comer, a gente não ia só consumir cebola. Íamos jantar, comer sobremesa e tudo mais.

Ao final de mais de 3 horas, resolvemos ir embora. Pedimos a conta. Pronto, outro suplício, mais 20 minutos até recebermos a conta, eles não incluem os 10% e o garçom é quem tem que perguntar se gostaríamos de incluir o valor na conta. Fomos categóricos e dissemos juntos: NÃO! Pronto, o garçom fez cara feia, e como pagamos em dinheiro (ah sim, a casa não possuiu CAIXA para pagarmos direto) o troco demorou mais 15 minutos e ainda veio faltando. Mas como nossa vontade era mesmo ter quebrado a casa toda, deixamos quieto o dinheiro que faltava, nem era tanto, aliás era quase nada, mas devido à falta de respeito, era de direito querer o dinheiro que faltava.

Na saída, a Fernanda decidiu chamar o gerente, pronto, ela e mais um pessoal ficou lá desenrolando um tempão, e eu e Silvinha sentadas.

Depois ela nos passou que o Gerente disse que estavam lotados, e que tinham 3 mesas de 30 lugares na nossa frente. Tá, aí eu pergunto: E O QUE QUE EU TENHO COM ISSO? Não tem capacidade para receber mais clientes, fecha a casa, avisa que tá lotado e que o tempo de espera é de 3 horas no mínimo. Caso eu decida esperar, o problema é meu, é escolha minha.

Mas nada foi avisado, não tinha mesa o suficiente para a espera e o atendimento foi horrível, os garçons não estavam com boa vontade, entendo que trabalhar dia 27/12, deve ser um saco, mas ninguém os obrigou a trabalhar ali, então querido, tá no inferno abraça o Capeta.

Depois de mais de 10 minutos de conversa com o gerente, o dinheiro pago foi devolvido, além de terem nos “presenteado” com mais alguns vouchers de cebola. Ó que legal, ganhamos vouchers de cebola, mas me pergunto: COMO VAMOS COMER SE NÃO TEM LUGAR PARA SENTAR?  Sério, como vou poder usufruir do “brinde” se espero 3 horas para poder sentar, comer e PAGAR? Imagina como vai ser quando o pessoal resolver usar esses vouchers...

Só sei que terminamos a noite, eu, Leticia, Roby, Fernanda, Carolacas e Silvinha, comendo cachorro quente num trailler ótimo, em pé, na chuva, porque tava muito calor e jogando conversa fora.

Bem, Outback agora não irei tão cedo. Ninguém merece ser pessimamente atendida e ainda pagar uma fortuna num prato que não está nem tão gostoso assim.

2 comentários:

Bruna Duarte disse...

Jesus! Não sabia que tinha sido assim! Eu sou vou ao Outback para almocar justamente pq eh mais vazio mas todas as vezes eu fui bem atendida lá. Ta certo, o refri eh aguado e a cebola anda meio anemica mas nunca reclamei pq não querer me estressar.

Queria ter ido encontrar com vcs depois! Mas a chuva torrencial que caiu me fez querer ir direto pra casa pq eu literalmente levei um banho no centro pq o onibus passou bem em cima de uma poça gigante e a poça inteira caiu em cheio em mim. Imagina minha cara dentro do metro. Tdos olhando pra mim com cara de pena e achando q eu era doida. Odio e desanimo.

@LyTurano disse...

Não fui mencionada.

fim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...